Carreira e Emprego

Image


Ler bons livros ao longo da vida é um hábito poderoso que deve ser adotado por todos. Seja ficção, seja autoajuda ou outro gênero, ler faz bem pra saúde e amplia nossas competências. No caso de quem sonha em empreender, é ainda mais importante buscar conhecimento na área, já que há poucas maneiras de se profissionalizar além dos cursos e dos livros sobre o tema. Nos livros de administração, há muitas lições valiosas para quem quer abrir um negócio, por exemplo.

Confira quatro livros recomendados por ex-alunos ou professores da Escola de Graduação em Negócios de Stanford (Stanford Graduate School of Business):

1. Empresas feitas para vencer, Jim Collins (HSM)
Escrito pelo consultor Jim Collins, o livro se propõe a responder à pergunta básica: como empresas boas, medianas e até ruins podem atingir a excelência e se tornarem duradouras? O autor apresenta exemplos de companhias que conseguiram desafiar a lógica e saltar da mediocridade para uma superioridade sem precedentes. A leitura é válida para todo profissional que quer entender um pouco mais sobre as áreas da gestão.

2. O lado difícil das situações difíceis: como construir um negócio quando não existem respostas prontas, Ben Horowitz (WMF Martins Fontes)
O autor Ben Horowitz é especialista em lançar e gerenciar startups. Em seu texto, de maneira leve e bem-humorada, admite as dificuldades de construir uma organização e aborda as questões mais complexas desse processo, como demitir um amigo ou contratar um profissional de uma empresa concorrente. A obra é indicada a líderes empresariais em busca de diretrizes de gestão.

3. O poder da influência: as forças invisíveis que moldam nosso comportamento, Jonah Berger (HSM)
Autor deste best-seller (segundo o New York Times), Jonah Berger é PhD na Graduate School of Business de Stanford de 2007. Na obra, Berger integra pesquisa e pensamento de negócios, psicologia e ciências sociais para explicar as sutilezas por trás de nossas escolhas como indivíduos. A publicação explora as influências sutis e pouco conhecidas que afetam as decisões que tomamos, analisando desde as escolhas sobre produtos e serviços até as carreiras que escolhemos. Para Berger, as nossas preferências não são tão relacionadas à nossa vontade própria como pensamos.

4. Originais - Como os inconformistas mudam o mundo, Adam Grant (Sextante)
Adam Grant é o autor deste outro best-seller do New York Times. O livro examina como as pessoas podem impulsionar o progresso criativo, moral e organizacional e como os líderes podem encorajar a originalidade em suas organizações. Por meio de estudos e histórias sobre negócios, política, esportes e entretenimento, o autor explora como reconhecer uma boa ideia, conseguir aliados, escolher o momento certo para agir e gerenciar o medo e a dúvida.

Foto: Reprodução

Image