Viagem e Lazer

Image


A partir de agora as regras internacionais relacionadas a voos prevalecem sobre o Código de Defesa do Consumidor, após decisão do Supremo Tribunal Federal, mudança que atinge apenas voos para fora do país.

Os pontos que sofrem com essa determinação são aqueles relacionados à reparação ao passageiro em casos de atrasos e extravio ou dano das malas. Em linhas gerais, a regra internacional determina um teto para as indenizações, o que não acontecia com nosso código nacional.

Mudanças nos seus direitos (Foto: Shutterstock.com)

Em caso de voo atrasado o valor máximo é de 5 mil euros. E para perda ou extravio de bagagem são 1,2 mil euros como teto para indenizações.

Foto: Shutterstock.com

Image